O polêmico Brujeria volta a Curitiba depois de cinco anos

 O polêmico Brujeria volta a Curitiba depois de cinco anos

José Marcos Lopes

Especial para o Sinners

Depois de cinco anos, uma das bandas mais polêmicas do metal mundial volta a Curitiba. O Brujeria traz nesta sexta-feira (15) à capital paranaense sua turnê de 30 anos, que está passando por várias cidades brasileiras. Na abertura, três grandes nomes do metal metal Curitiba, CHOKE, Jailor e Necrotério.

O Brujeria foi fundado em 1989 pelo vocalista mexicano Juan Brujo e americanos de ascendência latina, como o guitarrista do Fear Factory, Dino Cazares, que adotou o nome de Asesino. Ele não está mais no grupo. Outro membro fundador, que ainda permanece, é o baixista do Napalm Death, Shane Embury, que toca guitarra no Brujeria.

Desde seu início o Brujeria se notabilizou por polêmicas. Os integrantes escondiam suas identidades e usavam lenços no rosto, como os guerrilheiros zapatistas. As letras, em espanhol, tinham forte conteúdo social, anti-americanismo, satanismo e histórias sobre o tráfico de drogas. O som explorava os limites do grindcore e do death metal.

Depois de dois EPs, o grupo lançou seu primeiro full-lenght em 1993, ˜Matando Gueros˜, que caiu no gosto dos headbangers de várias partes do mundo. A capa, uma cabeça decapitada, chamou a atenção. Alguns dizem que se tratava de cabeça de um agente americano morto por traficantes mexicanos. Para outros, foi uma vítima da guerra entre traficantes. Seguiram com “Raza Odiada” (1995), “Brujerizmo” (2000) e “Pocho Aztlan”(2016). Em 1997 o grupo lançou o EP “Marijuana”, uma paródia de “Mararena”. Ao longo de sua história, a banda se acostumou a recrutar músicos reconhecidos no metal mundial.

O Brujeria que se apresenta nesta sexta em Curitiba é formado por Juan Brujo (vocal), Fantasma (baixo, vocal), Bruja Encabronada (vocal), Aa Kuernito (guitarra), Hongo (guitarra), Pinche Peach (samplers e vocal), El Criminal (guitarra) e Hongo Jr. (bateria). O último já teve passagens por bandas como Testament, Gorgoroth e Exodus.

CHOKE

O CHOKE é uma das bandas curitibanas mais conhecidas na América do Sul. O grupo que define seu estilo como metal core já passou por vários países do continente, em 15 turnês. Formado em 1998, o grupo curitibano já lançou “Slum Radio˜ (2003), ˜Manifest From Sudamerica˜ (2008), ˜Latino Revolution˜ (2012), ˜Les Liquid Temps˜ (2015), ˜Apocalyptic Carnival˜ (2017) e ˜Supernova˜ (2019). “Manifest from Sudamerica˜ tem elementos latinos e “Latino Revolution” tem como influências o escritor uruguaio Eduardo Galeano, a artista colombiana Andrea Echeverri e o líder mexicano Subcomandante Marcos. O fundador, vocalista e letrista, Otávio Lourenço, tem vários livros publicados.

Jailor

Uma das mais respeitadas bandas da cena thrash metal de Curitiba, o Jailor vem aprimorando o nível de suas composições e de suas apresentações a cada ano. O grupo já lançou dois CDs, “Evil Corrupts” (2005) e “Stas of Tragedy” (2015). A banda tocou ao lado de nomes como Destruction, Exodus, Morbid Angel, Exciter e Krisiun, entre outros. “Jailor faz, acima de tudo, metal em seu estado mais puro”, definem os integrantes. O Jailor é formado por Flávio Wyrwa (vocais), Marcos Araújo e Alessandro Guima (guitarras), Emerson Niederauer (baixo) e Jefferson Verdadeni (bateria).

Necrotério

Uma das mais tradicionais bandas do death metal curitibano, o Necrotério completou 25 anos de estrada no ano passado. Ulisses Mano Mutilator (vocal), Marcos Lima (guitarra), Johhny Benson (baixo) e Emerson Lima (bateria) devem levar ao palco do Jokers o melhor construído ao longo de mais duas décadas e registrado nos fulls “Lament of Flesh”(1999), “A Rotten Pile of Dead Humans” (2002) e “Gory Visions and Hallucinations” (2015).

O Necrotério já esteve duas vezes na Europa, em 2001 e 2013, e passou por Alemanha, Bélgica, França, Croácia, República Tcheca, Eslovênia, Dinamarca, Suécia, Áustria, Finlândia e Itália. Em 2004 o grupo lançou um DVD ao vivo, “A Decade of Laceration: 10 Splattered Yaers Live”, gravado ao vivo em 2003 no Moinho São Roque, em Curitiba. Em 2016 o grupo participou da coletânea ˜Sublime Sounds of Agression e Brutality”, com bandas do Chile, da Bolívia e da Bolívia.

Os shows têm a produção da QUIAT Produções.

SERVIÇO

Brujeria, com abertura de Jailor, CHOKE e Necrotério

Local: Jokers Pub
Data: 15/11/2019
Horário: 21h

Ingressos físicos 2º Lote: R$ 110,00

Pontos de Venda:
QUIAT GASTRONOMIA
Rua Fernando Simas, 334 – Bigorrilho, Curitiba – PR
Fone: (41) 3209-5775

DR. ROCK
Shopping Metropolitan – Loja 04, Praça Rui Barbosa, 765 – Centro, Curitiba – PR
Fone: (41) 3324-0669

LET´S ROCK
Praça Tiradentes, 106 – loja 3 e 4 – Centro, Curitiba – PR
Fone: (41) 3324-2676

TÚNEL DO ROCK
Rua XV de Novembro, 74 – Centro, Curitiba – PR
Fone: (41) 3322-4077

Ingressos on-line 2º lote
Link  https://www.quiat.com.br/ingressos/ingressos1/ingresso-segundo-lote-brujeria/

 

 

0 Reviews

julio